hipo

hipo
O CHEIRO CONTINUA O MESMO

sábado, 17 de maio de 2008

monotipia de leandro garcia


confesso a inércia
confesso a burrice
confesso a preguiça
nego
confesso um delírio
confesso um deslize
confesso um arbítrio
nego
confesso a apatia
confesso a ignorância
confesso a alma fria
nego
confesso uma ausência
confesso uma amargura
confesso uma distância
nego

2 comentários:

Anônimo disse...

Vi,

Trabalhando bem o contraditório, termina obtendo uma linearidade enternecedora!

Beijo,

Rizó

Ori BMOC - God's messenger. disse...

Confesso que li,
que senti,
e não posso negar,
que entendi!

Você é assustadoramente fantástico!!!!

Xêro!!!

OriBMOC