hipo

hipo
O CHEIRO CONTINUA O MESMO

sexta-feira, 13 de junho de 2014


urino e escarro
pra marcar território.
não há mapa em que caiba meu território.

as formigas não entram
as abelhas não entram.
também não entram os colibris
onde só lagartos rastejam.

depois da chuva
todos os bichos estão de volta.

sábado, 24 de março de 2012

quadrilha



o boy comeu o padre
que comeu o frade
que comeu o noviço
que comia o moço
que comia o outro
que não comia ninguém

o boy foi pra cadeia
o padre para o congresso
o frade tomou veneno
o noviço casou com a loura
o moço criou uma grife
o outro foi para roma
e papa todo mundo

terça-feira, 1 de novembro de 2011

minimal ornitologia

na precariedade do ninho
três mínimos passarinhozinhos
tão menores que seus pais passarinhos
já tão pequenininhos

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

e, no segundo dia...




 foto de vicente vitoriano


dois passos dados
dois dias vividos
idos
indo em frente
como o vento
em comoventes voltas
mas
abertas estão as portas
as locas e tocas cheias de portas abertas

sair
passar
passear
passarinhar
ave/viver
até a próxima curva

o próximo verão
nos verá
lindos

domingo, 24 de outubro de 2010

reflexões em terceira dimensão

Gravura de M. C. Escher.

poemeto a partir de sugestão de eustachio lima

penso
logo
sólidos se avolumam a meu redor
e me impedem conectar as idéias
idiotices soam todas elas
ricocheteando nos espelhos
quebrando-os
paisagens cúbicas se descortinam
e exibem esferas moles
conservadas em denso caldo teórico
prismas e pirâmides caem como chuva
enquanto metamorfoseiam-se
em paralelepípedos incandescentes
meu corpo, mera pasta informe,
pulsa de estultice!

terça-feira, 19 de outubro de 2010

um vírus que agride todos os brasileiros

atenção!
recebi esta e estou repassando:
hackers bolivianos inocularam um vírus no yahoo e no google
ele assume ações danosas diferentes
mediante a combinação espacial
das palavras e
nos textos das mensagens.
não abra mensagens em que você supõe
haver as duas palavras. 
caso abra e continue abrindo, não espere coisas radicais de imediato
como ter todo o hd deletado.
só aos poucos é que você começa a perceber certos problemas.
no princípio, pode ser uma desconfiguração do seu teclado 
que também pode perder toda comunicação com o computador.
você instala outro, trabalha um pouco e o problema volta.
neste meio tempo, casualmente, começam a aparecer
inserções de um insistente popup sonoro e animado com um peido.
você desliga o som, mas não consegue se livrar da imagem
daquela coisa soprando.
depois, ou antes, ou nunca se você não abrir as mensagens,
podem ocorrer panes em outros periféricos como o mause,
que passa a ser um total desobediente.
o monitor, por mais que você reconfigure, sempre que o computador
for recarregado, passará a mostrar resoluções não programadas.
e apresentar variações dimensionais, vez em quando, com refluxos luminosos.
por fim, você pode tentar ligar o computador e nem nem.